Entenda o caso Maradona – Médico do Instituto de Neurocirurgia Minimamente Invasiva fala sobre Hematoma Subdural

Entenda o caso Maradona – Médico do Instituto de Neurocirurgia Minimamente Invasiva fala sobre Hematoma Subdural

 

No dia 3 de novembro o craque e ídolo argentino Maradona passou por uma cirurgia para retirada de um hematoma no crânio, causado, ao que tudo indica, por um destes três fatores: uma queda do banco do Gimnasia, time do qual Maradona é técnico; por golpes de boxe, que o ex-jogador pratica; ou por uma bolada que ele levou na cabeça meses atrás.

O neurocirurgião Marcelo Prudente do Espirito Santo, do Instituto de Neurocirurgia Minimamente Invasiva e médico assistente da Divisão de Neurocirurgia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e explica que o avanço da idade e o consumo excessivo de álcool são fatores que também levam à atrofia do cérebro, o que predispõe a formação dos chamados hematomas subdurais, como no caso do craque argentino.

O hematoma subdural pode ser fatal. Ele também pode levar a sintomas neurológicos agudos, que se confundem com AVCs.

Dr. Marcelo Prudente está à disposição para entrevistas sobre os sintomas da doença, tratamentos e principais causas.

PRINCIPAIS CAUSAS

  • Traumatismos cranianos
  • Consumo excessivo de álcool
  • Idade

PRINCIPAIS SINTOMAS

  • Dor de cabeça
  • Confusão mental
  • Alteração de comportamento
  • Tonturas
  • Náuseas e vômito
  • Letargia ou sonolência excessiva
  • Fraqueza
  • Apatia
  • Incapacidade de falar
  • Alterações da visão

TRATAMENTOS

  • O tratamento de hematomas subdurais irá depender da gravidade do problema. Em casos mais simples é feita apenas a observação do paciente e exames para avaliar como está o hematoma. Em situações mais graves podem ser necessária cirurgia para resolver a compressão desses hematomas sobre o cérebro.

Dr. Marcelo Prudente do Espirito Santo

Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1988-1993) com residência médica em Neurocirurgia pela Divisão de Neurocirurgia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1995-2000). Realizou curso de aperfeiçoamento em Neurocirurgia Minimamente Invasiva pela University of Pittsburgh School of Medicine (2008), onde foi Visiting Scholar.

Tem título de Especialista em Neurocirurgia pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia e é International Member do Congress of Neurological Surgeons. Foi diretor da Liga de Combate à Epilepsia de junho de 1992 a junho de 1993 e é fundador da Liga Acadêmica de Neurocirurgia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1997).

Desde 2000, é médico assistente do Departamento de Neurologia/Divisão de Neurocirurgia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, onde atua na Equipe de Emergência da Divisão de Clínica Neurocirúrgica e no Grupo de Neurocirurgia da Base do Crânio.

Instituto de Neurocirurgia Minimamente Invasiva | www.inmi.com.br

 

                                                      CH2A Comunicação | @ch2acomunicação

Direção: Alessandra Casolato – alessandra.casolato@ch2a.com.br

Coordenação: Magaly Corgosinhocoordenadoria@ch2a.com.br

Telefone * WhatsApp: +55 11 9 7641.7472

Deixe um Comentário